Jornalismo

Não, eu não vou fazer um texto falando sobre o quanto eu amo jornalismo e  como eu sempre quis fazer isso da vida. Muito pelo contrário. Eu não amo jornalismo, e sempre tive certeza que esse era um curso que eu jamais faria. Por ter pais jornalistas, passei a vida toda ouvindo “você vai acabar sendo jornalista também” e talvez por isso eu repudiasse tanto a ideia. Por ironia do destino, ao final do terceiro colegial eu só conseguia me imaginar cursando jornalismo, e eu nem sei bem o porquê. Desde que eu tinha uns doze anos era decididíssima a fazer nutrição; eu contava as calorias de tudo que comia, sabia calculá-las sem olhar na embalagem e sabia a função de tudo aquilo que aparece nas caixinhas dos alimentos. Quando cheguei no colegial e passei a realmente estudar química, vi que talvez eu não gostasse tanto assim disso, e que não me daria bem tendo de estudar proteínas, lipídios, gorduras e etc pra sempre. Cogitei fazer psicologia, publicidade e gastronomia, e confesso que até hoje penso muito se essas opções não teriam sido melhores. Acho cedo pra falar em arrependimento, mas tenho certeza que ainda preciso de muito pra me convencer e ter a sensação de ter acertado na escolha.

(Post mal-humorado, eu sei. Na próxima vez voltarei mais feliz…)

1 Response so far »

  1. 1

    Vinícius de Melo said,

    Relaxa Mari, esse parece ser o sentimento geral de quem faz Cásper. Quem sabe ano que vem melhora? Afinal tera algumas matérias a mais ligadas REALMENTE com Jornalismo.


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: